Rua Flávio Fongaro, 126 - Vila Marlene
São Bernardo do Campo - SP

(11) 4332-6953
Capela Imaculada Conceição

005Para relembrar a história da nossa Capela, no Jardim Hollywood, em São Bernardo do Campo, no ABC – que, em dezembro de 2014, completará 30 anos –, vamos regredir ao início da década de 1970, mais precisamente ao ano de 1974, quando os sonhos e projetos tiveram seu início. Foi através de um grupo de pessoas, numa novena de Natal, organizada por Maria Aparecida de Moraes, e mais oito casais, que surgiu a idéia de formarmos uma Comissão com o objetivo de planejar a construção de um Centro Comunitário.

partir de 1979, por influência do Frei Sebastião Quaglio, formou-se, em 28 de fevereiro, o Conselho Paroquial da Comunidade Religiosa de Vila Tereza, tendo como coordenador o próprio Frei Sebastião, e vários casais do Bairro, entre eles Valter Kurt e Diva, André e Célia, Acácio e Claudete, Roberto e Luiza. Dando motivação e vida à ideia inicial, o grupo passou a trabalhar, promovendo novenas e incentivando a realização de missas. O primeiro encontro de jovens, por exemplo, ocorreu em agosto de 1980. Sem contar com local fixo para suas atividades, para a catequese, utilizou-se a garagem da residência do casal Maria Helena e Juarez.

Já, as celebrações, aconteciam em vários locais, como a Sociedade Amigos do Bairro de Vila Tereza, a Escola Estadual Profa. Anésia Loureiro Gama e a Emei Mário deAndrade (1981).

Com tantas atividades, o Conselho mobilizou-se no intuito de conseguir a doação de um terreno, junto à Prefeitura, para construir um Centro Comunitário. Desde a concessão do local, ocorrida em 1981, cuja inauguração teve lugar em 12 de dezembro, com a presença do Bispo Dom Claudio Hummes e também do, então Prefeito, Tito Costa, até o lançamento da pedra fundamental em 1984, com o início das obras em maio daquele ano, foi uma longa jornada de todos os envolvidos na construção da Capela.

A partir de 1983, foi alugada uma casa no número 352 da Rua Copacabana para abrigar as aulas de catequese e a realização das reuniões que, até então, tinham lugar na Escola Anésia. Aí formou-se uma Comissão para organizar os eventos como bingos, rifas e a participação na quermesse da Paróquia de São João Batista, em Rudge Ramos.

Com os recursos arrecadados, foram adquiridos materiais de construção e contratados profissionais para as obras, que se iniciaram em maio de 1984. Em agosto desse mesmo ano, foi celebrada uma missa ao ar livre no terreno contíguo à obra já parcialmente construída.

A inauguração oficial da Capela, ocorreu festivamente no dia 08 de dezembro de 1984, com a celebração de missa de Ação de Graças, presidida pelo Bispo da Diocese, Dom Claudio Hummes. A data marcou os dez anos de luta e perseverança até chegar à concretização do sonho daquele grupo inicial que se organizara, crescera e não se estacionou. Afinal, com o tempo, outros objetivos surgiram e foram sendo alcançados, tal como a construção das salas de catequese em dezembro de 1990; também o início da construção da quadra em outubro de 1993, até sua cobertura, em setembro de 1996.

Realizações renovadas em sete de março de 1993, tomou posse, como administrador, o Pe. Adenízio Leonardo Miranda, que investiu na formação litúrgica e bíblica, estando sempre presente na

atuação das diversas pastorais: catequese, grupo de jovens, infância missionária, F.A.T. e liturgia. Durante o período de 11 anos em que esteve à frente da Comunidades, o ponto alto foi a realização das Santas Missões em 2002.

Em 12 de fevereiro de 2003, veio para a Paróquia, como Administrador Paroquial, o Pe. Décio Miranda. No entanto, após oito meses de atividades, problemas de saúde determinaram o afastamento desse religioso. E, com a saída do Pe. Décio no início de novembro de 2003, a Paróquia passou a ser atendida pelo Pe. Augusto César, nomeado Administrador Paroquial, em 17 de março de 2004. Padre Augusto se tornaria Pároco em 31 de dezembro de 2005.

O passo seguinte foi a construção da Casa Paroquial, que teve o lançamento da pedra fundamental em 25 de abril de 2004. O período de duração das obras foi de um ano e seis meses, ocorrendo a inauguração em 17 de julho de 2005, com a presença do Bispo da Diocese, D. Nelson Westrupp, dos padres Augusto, Ronaldo e Jorge, da irmã Vilma, do Prefeito Willian Dib, do Vice-Prefeito José Roberto de Melo, da Vereadora Julieta e de toda a Comunidade.

Muitas realizações foram ocorrendo, como a construção da nova Secretaria, cuja obra foi iniciada em 19 de janeiro de 2009 e concluída em 22 de maio de 2009. Após alguns pormenores finais, objetivando a garantia de maior segurança, essas obras foram inauguradas e abençoadas por seu Pároco, em 26 de julho de 2009. A construção dessa nova secretaria, além de um depósito para mantimentos e dois banheiros, foi o passo inicial para a reforma da Capela.

Devemos registrar que, ao longo desses anos, muitas foram as pessoas que colaboraram de modo decisivo para o nosso crescimento, especialmente o trabalho empreendido pelos padres Walter, Maucir, Gibin, Joviano, Egidio, Macedo, Oralino, Danilo, Luiz Girotti e Ronaldo.

019 (2)O próximo passo foi a tão esperada reforma da Capela, que teve seu início em 1o de março de 2010 e concluída em 29 de abril de 2012. Foram dois anos de muito trabalho, dedicação e determinação. Na obra foram gastos R$ 510.000,00, sendo que a Comunidade conseguira arrecadar R$ 410.000,00 de várias modos criativos: eventos, carnês etc. Além disso, recebemos uma preciosa doação do Deputado Alex Manente, no valor de R$ 100.000,00. A reinauguração foi um momento marcante, muito forte e auspicioso, para toda a Comunidade e ocorreu em clima de grande festa. A celebração da reinauguração foi presidida por Dom Nelson Wstrupp, Bispo Diocesano e concelebrada por Dom Manoel dos Reis de Farias, Bispo Diocesano de Petrolina – PE e pelo Pe. Augusto César, Pároco. Logo após a celebração, houve uma linda queima de fogos de artifício, seguido de delicioso almoço, para coroar o justo festejo comunitário.

Marcaram presença diversas autoridades civis, militares e representantes religiosos.

Enfim, parte da nossa história conclui-se, assim, com nossos calorosos e sinceros agradecimentos à toda esta laboriosa Comunidade, e nossas homenagens a todos que, de alguma forma, contribuíram para a existência da Capela Imaculada Conceição. A outra parte da história está sendo vivida e escrita no dia a dia, como parte dos nos nossos sonhos e novos objetivos que nos trazem motivação para continuar nossa caminhada.

 

Imprimir