Rua Flávio Fongaro, 126 - Vila Marlene
São Bernardo do Campo - SP

(11) 4332-6953
Cristo Pantocrator

imagens 020Breve introdução à iconografia – Comecemos pelo termo ícone. Esta palavra vem do grego, que significa imagem santa. Termo técnico empregado na tradição cristã oriental bizantina para designar as imagens de Cristo ou de algum dos seus mistérios, da Virgem Maria ou dos santos, tal como se costuma  fazer na tradição do cristianismo oriental. O ícone é uma presença do invisível que brota da própria materialidade da imagem. A característica mais notável do ícone, comparado com o retrato ou com o espelho, consiste em que ele é um “olhar”.

1. Pantocrator, do grego, Todo-poderoso, o que pode tudo, Senhor de tudo, Soberano Senhor, (cf. Ap 1,8).  O Cristo pantocrator é representado em sua majestade e com atributos da Soberania.

2. Interpretação teológica do Cristo Pantocrator – O Cristo é representado como Pantocrator, sentado em atitude de poder/autoridade e abençoando com a mão direita, enquanto mostra com a esquerda um livro aberto ou fechado do Apocalipse (escrito por dentro e por fora e selado com sete selos [cf. Ap 5,1]), o qual só Ele é digno de abrir (alguns interpretam que o livro é o evangelho). Ele abençoa com dois dedos apontados para cima (duas naturezas: humana e divina) e três unidos (lembrando a Santíssima Trindade). Seus traços são bem definidos: o rosto alongado, sobrancelhas arqueadas, olhos grandes e abertos sempre voltados para o espectador, pois não somente nós o contemplamos, mas Ele também nos contempla (No ícone está presente o invisível,  Ele “nos olha, transfigurando-nos”), nariz longo e delicado, seu pescoço é forte, simbolizando que Cristo quer soprar seu Espírito, sua cabeleira vasta ou densa representa a sua sabedoria, suas orelhas (pequenas e brilhantes) mostram sua atitude de escuta do Pai, sua boca pequena indica seu silêncio.

A túnica branca que cobre o Cristo simboliza a divindade, o sacerdócio (cf. Ap 1,13).
A estola dourada em seu ombro representa a sua realeza (outros interpretam a estola dourada como símbolo do seu sacerdócio eterno). As letras:A e Ω (Alfa e Ômega): são respectivamente a primeira e a última letra do alfabeto grego. Aplicam-se a Cristo, Princípio e Fim de todas as coisas.

Ao redor do Cristo Pantocrator aparecem os quatros animais que simbolizam tradicionalmente os quatro evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João. Na interpretação de São Jerônimo, o  homem ou o anjo é Mateus, porque ele começa o evangelho com a geração humana de Jesus Cristo. O leão simboliza a realeza, é Marcos, porque levou adiante a dignidade real de Cristo. O boi, que simboliza o sacrifício, é Lucas. A águia, símbolo divino da mais alta inspiração, é João. (cf.Ap 4,6-8).

Imprimir