Rua Flávio Fongaro, 126 - Vila Marlene
São Bernardo do Campo - SP

(11) 4332-6953
Mensagem do pároco › 28/07/2016

Cerco de Jericó, há dez anos indicando o caminho do céu

Índice(83)Temos o bonito costume na Igreja do Brasil de dedicar as celebrações eucarísticas do mês de agosto ao tema da vocação. Possui destaque dentre as diversas vocações a do sacerdote, sobretudo porque no dia 4 celebra-se a memória de São João. Maria Vianney (padroeiro dos padres), grande santo francês que no século XIX marcou a história com sua grande humildade e profundo amor a Jesus. Conta-se que, quando chegou para exercer o ministério numa cidadezinha, meio confuso por causa da neblina que cobria as casas, perguntou a um menino: “Onde está Ars?”, pelo que ouviu: “É ali mesmo”. E o santo disse-lhe: “Você me ensinou o caminho de Ars e eu lhe ensinarei o caminho do céu”.

O Santo Cura D’Ars, como é conhecido, alcançou a santidade e, nela, a felicidade, ensinando o caminho do céu para milhares de pessoas. Foi essa sua vocação seu chamado específico, porque a vocação é o que dá sentido à vida de alguém ou de uma comunidade religiosa.

Pois bem, neste mês, de modo muito particular, estamos celebrando o décimo ano de uma atividade que com toda certeza potencializou nossa vocação paroquial de indicar o caminho do céu às pessoas. Refiro-me ao Cerco de Jericó, que ano após ano tem introduzido centenas de vidas na comunhão com Cristo e, por meio Dele, na vida nova que somente o céu pode nos dar.

E como celebrar é sempre uma oportunidade de renovação, convido todos vocês a se aproximar mais uma vez com muita fé e intensidade de Jesus Sacramentado neste X Cerco de Jericó, de 19 de agosto a 30 de setembro, que com o tema “Proclamai o ano da graça do Senhor” nos fará mergulhar no oceano de bênçãos próprio do Ano Santo da Misericórdia e do jubileu dos 50 anos de nossa paróquia, que, longe de ser mera data célebre, constitui um momento favorável para obtermos inúmeros favores divinos.

Finalmente, participar ativamente da vida da comunidade é uma maneira concreta de realizarmos o chamado que o Senhor tem para cada um de nós, que não é vocação ao isolamento e à solidão, mas à vida engajada na comunidade, seja em momentos de oração e celebração, seja quando trabalhamos e servimos. Importa mesmo que conheçamos o caminho do céu e o indiquemos a outros; essa é a nossa vocação, é para isso que existimos; é esse o combustível de nossa caminhada. Por isso, participe de coração aberto de tudo que nossa comunidade oferece neste mês, como a Festa de Santa Filomena (dia 10) e a Peregrinação à Porta Santa da Matriz da Boa Viagem, no dia 20 de agosto, Dia de São Bernardo, e perceba nas variadas atividades setas indicativas do caminho do céu.

Por Padre Augusto César

Imprimir